A iniciativa “Aposta Mais Segura” que se iniciou na época passada 2013/14 consiste na abertura de 3 jogos onde o favorito tem mais probabilidade teórica de vencer, e abrir a votação aos membros da Academia para que elegessem aquela que será a Aposta Mais Segura desse fim de semana.

Fiz uma crónica semanal no Sapo Desporto onde além dos resultados e breves argumentos a favor da aposta elegida como mais segura, fiz também a análise daquele que noutra votação tinha sido escolhido como o melhor jogo para apostar.

Deixo aqui o artigo que no final da época saiu no sapo desporto, de uma entrevista que dei em conclusão aos resultados obtidos.

Todos os que participaram nas votações da Aposta Mais Segura estão de parabéns! E este ano será para continuar na Academia das Apostas.

 

A crónica semanal de Paulo Rebelo no SAPO Desporto intitulada “Aposta Segura” permitiu aos utilizadores um contato com conselhos e dicas de uma apostador profissional de sucesso.

Ao longo de 27 semanas, Paulo Rebelo analisou e providenciou estatísticas, factos e outros dados relativos a jogos dos principais campeonatos da Europa com maior hipótese de lucro. Fazendo uma retrospetiva às apostas sugeridas pelo apostador profissional verificou-se que o índice de sucesso foi de 100%, uma vez que os prognósticos de Paulo Rebelo vieram a confirmar-se.

“Dessas 27 crónicas acertamos todas as rubricas da Aposta mais Segura e que no total deu uma rentabilidade a quem seguiu as apostas que eu sugeri de cerca de 450%, ou seja quem apostou 100 euros ganhou 450 euros durante esse período”, afirmou Paulo Rebelo ao SAPO Desporto.

“Acho que a tendência é para as pessoas se aperceberem cada vez mais das apostas. Já começa a falar-se mais de prémios, em retorno, lucro, uma série de linguagem relacionada com as apostas e é natural que quanto mais a cultura das apostas se enraizar na cultura portuguesa, o que tem sido um processo gradual com os portugueses a gostar cada vez mais de apostar, é natural que o adepto do futebol deixe de ser simples adepto de futebol e comece a participar no jogo de alguma forma e essa forma pode ser colocar em prática algumas das suas posições”, acrescentou Paulo Rebelo sobre o crescimento das apostas desportivas de futebol em Portugal.

Apesar dos principais campeonatos da Europa terem terminado esta época, a bola de futebol continua a girar do outro lado do Atlântico no Campeonato do Mundo. Questionado sobre como apostar num Mundial, Paulo Rebelo frisou as dificuldades e as particularidades de reunir um conjunto de dados que permitiam a um apostador ter sucesso numa prova como o Campeonato do Mundo, e assumiu que não costuma apostar neste tipo de provas.

“O retorno por hora de trabalho é menor nas seleções do que nos campeonatos normais onde eu costumo trabalhar. É mais difícil aplicar estatísticas às seleções do que às equipa normais, os planteis variam mais nas seleções e as provas são muito díspares. Por exemplo, Portugal agora tem uma fase de qualificação com uma série de seleções e daqui a quatro, ou dois anos, essa qualificação já será com equipas completamente diferentes e então é difícil ter um apoio estatístico para ajudar no processo de tomada de decisão”, frisou o apostador profissional de maior sucesso em Portugal.

in http://desporto.sapo.pt/apostas/artigo/2014/06/19/sugest-es-de-paulo-rebelo-deram-rentabilidade-de-450

Comments

Leave a comment